Potências retomam negociação sobre sanções à Coreia do Norte

Os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU, e mais o Japão, retomaram nesta segunda-feira as negociações sobre novas sanções contra a Coreia do Norte por seu recente teste nuclear.

EFE |


Representantes de Japão, Estados Unidos, Rússia, França, China e Reino Unido se reuniram na sede das Nações Unidas durante cerca de duas horas para discutir o conteúdo de um projeto de resolução que condene as ações de Pyongyang.

"As conversas foram muito boas e produtivas, e vamos continuar com elas. Conseguimos avançar e espero que no momento certo cheguemos a uma resolução firme e respeitável", disse a embaixadora dos EUA na ONU, Susan Rice, na saída da reunião.

O embaixador do Japão, Yukio Takasu, concordou com a representante americana e reiterou que os países conseguiram progredir na redação do documento.

No entanto, assegurou que não pode prever quando o texto estará pronto para ser apresentado aos demais membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

A minuta do projeto de resolução condena o teste nuclear feito em 25 de maio pelo regime comunista norte-coreano, e que foi seguido pelo lançamento de vários mísseis.

Também pede a Pyongyang que retorne ao processo negociador de seis lados (China, EUA, as duas Coreias, Rússia e Japão) iniciado em Pequim, em 2003, e que está paralisado desde dezembro passado.

O texto também lembra à comunidade internacional a obrigação de cumprir as sanções impostas à Coreia do Norte depois do teste nuclear de 2006. No entanto, não precisa quais seriam as novas sanções, já que ainda são alvo de negociação entre os membros do Conselho.

Leia também


Leia mais sobre Coreia do Norte

    Leia tudo sobre: coreia do nortecoréia do norte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG