Potências cancelam reunião sobre programa nuclear iraniano

Nova York, 25 set (EFE).- As seis potências envolvidas nos esforços para tentar resolver a crise do programa nuclear iraniano suspenderam a reunião que deviam realizar hoje em Nova York, devido a suas diferenças sobre a imposição de novas sanções a Teerã.

EFE |

Fontes diplomáticas disseram à Agência Efe que o encontro foi cancelado, porque "os russos não querem se reunir", devido a sua reticência a impulsionar uma quarta rodada de sanções ao Irã.

O encontro devia reunir os responsáveis de Exteriores dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (EUA, França, Rússia, Reino Unido e China), e da Alemanha.

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, e o ministro de Exteriores russo, Serguei Lavrov, discutiram em reunião na quarta-feira sobre aproximar posturas para realizar esse encontro com as outras quatro potências.

Após essa reunião, o ministro de Exteriores russo disse, em um discurso no Council on Foreign Relations, um centro de estudos com sede em Nova York, que não decidiu com Rice a elaboração de um novo pacote de sanções e que não haverá mais reuniões de alto nível sobre esta matéria "até mais adiante".

Os Estados Unidos, França, Reino Unido e Alemanha defendem aumentar a pressão sobre o regime iraniano para que cumpra as resoluções do Conselho de Segurança, que obrigam a interromper o enriquecimento de urânio, e aceite uma maior apuração de seu programa nuclear.

Por outro lado, a Rússia e a China consideram que impor novas sanções a Teerã pode ser contraproducente para conseguir a colaboração dos iranianos. EFE jju/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG