Representantes de Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, Rússia, China e Alemanha estão reunidos nesta quinta-feira na Organização das Nações Unidas para discutir possíveis sanções ao Irã, por causa de seu programa nuclear.


Com exceção da Alemanha, os outros cinco países são membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU e têm poder de veto. O objetivo da reunião é preparar uma resolução sobre o Irã a ser voltada pelo conselho pleno de 15 nações.

"As negociações estão se intensificando. Não estou preparada para dizer quando serão ou não concluídas", disse a embaixadora norte-americana para a Organização das Nações Unidas (ONU), Susan Rice, em Nova York.

"Estamos trabalhando para terminar isso rapidamente, numa questão de semanas", afirmou ela, reiterando o desejo do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, por uma posição global mais dura contra o avanço da capacidade nuclear do Irã.

O Irã rejeita as acusações feitas pelo Ocidente de que seu programa nuclear seja destinado a produzir armas atômicas e diz que suas ambições se limitam a gerar eletricidade.

Leia mais sobre segurança nuclear

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.