Possível renúncia de juiz dá chance para Obama deixar sua marca

Washington, 1º mai (EFE).- A possível renúncia do juiz David Souter como magistrado do Suprema Corte dos Estados Unidos dará ao presidente americano, Barack Obama, a oportunidade de designar um magistrado para deixar sua marca no mais alto Tribunal do país.

EFE |

Souter, de 69 anos e designado como Juiz do Supremo em 1990 pelo então presidente George Bush, notificou à Casa Branca que renunciará em junho, segundo publica hoje a imprensa americanos.

A Corte Suprema de Justiça dos EUA é formada por nove magistrados cujos cargos são vitalícios.

A nomeação de Souter foi elogiada na época pelos setores mais conservadores dos EUA, mas a forma como o magistrado votou em muitos casos deixou esse setor insatisfeito.

A primeira grande decepção dos conservadores com Souter ocorreu em 1992, quando o juiz se uniu à maioria que ratificou o direito da mulher ao aborto.

Em 2000, quando a decisão crucial sobre a apuração das eleições presidenciais americanas daquele ano coube ao Supremo, o magistrado foi um dos quatro dissidentes que votaram contra a decisão judicial que permitiu a vitória do ex-presidente George W. Bush sobre o democrata Al Gore. EFE jab/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG