Portugal tem os primeiros filhotes de lince ibérico nascidos em cativeiro

Dois filhotes de lince ibérico nasceram em cativeiro no domingo em Portugal pela primeira vez desde a reintrodução desta espécie ameaçada em outubro de 2009, anunciou nesta terça-feira o ministro português do Meio Ambiente.

AFP |

Os dois filhotes são os primeiros nascidos de Azahar, uma fêmea de cinco anos, o primeiro lince ibérico reintroduzido em Portugal dentro de um programa de conservação deste felino também organizado no Espanha.

No total, 16 linces ibéricos foram cedidos pela Espanha a Portugal desde outubro de 2009. Foram criados em um centro de reprodução em Sines (sul) à espera de sua libertação no meio natural, prevista para daqui a três anos.

No início do século XX, esta espécie endêmica da península ibérica contava com 100.000 exemplares. Vítima da urbanização, da caça e de uma doença que afeta os coelhos, sua principal presa, atualmente só existem 200 em estado salvagem, a maioria em parques naturais ao sul da Espanha.


Llince ibérico: ameaçado pela urbanização, caça e doenças (Foto: Getty Images)


Leia mais sobre: Animais em extinção

    Leia tudo sobre: conservaçãoextinção

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG