Portugal se dispõe a receber detidos de Guantánamo em troca do fim da prisão

Lisboa, 10 dez (EFE).- Portugal está dispoto a receber presos de Guantánamo em troca do fechamento dessa prisão, localizada em Cuba, afirmou hoje o ministro de Assuntos Exteriores do país, Luis Amado.

EFE |

Em carta enviada a seus colegas da União Européia (UE) por ocasião dos 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, Amado diz que há "consenso" em torno do fechamento dessas instalações e que a "atitude mais construtiva" é ajudar o novo Governo americano a conseguir esse objetivo.

"Chegou o momento de a UE responder ao desafio de fechar o centro de Guantánamo e ajudar o Governo americano a resolver o problema", escreve Amado na carta.

O ministro português propõe "uma grande reflexão sobre o futuro das relações transatlânticas", levando em consideração a nova Administração, e defende o trabalho conjunto entre a UE e os EUA no "tema dos direitos humanos". EFE mrl/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG