Lisboa, 27 set (EFE).- Os colégios eleitorais abriram suas portas em Portugal para receber o voto dos quase nove milhões e meio de eleitores que decidem hoje a composição do Parlamento e a sorte do Governo socialista de José Sócrates.

Como foi habitual nas mais de três décadas de democracia lusa, o Partido Social Democrata (PSD, centro-direita) de Manuela Ferreira Leite, é o principal adversário do socialismo.

Desta vez as pesquisas dão para a oposição, que ganhou as eleições europeias de junho passado, apenas 30% nas intenções de voto frente a mais de 38% da legenda no poder que, no entanto, terá dificuldades de conservar sua atual maioria absoluta.

Os mais de 4.000 centros de votação permanecerão abertos até às 19h horário local (15h de Brasília), enquanto nas ilhas Açores o processo concluirá uma hora depois, quando se permitirá divulgar em todo o país as primeiras projeções da apuração. EFE ecs/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.