Portugal deixa missão da Otan no Iraque e oferece apoio no Afeganistão

(atualiza com novas informações). Lisboa, 21 jan (EFE).- Portugal anunciou hoje que encerrará este mês sua participação nas forças da Otan no Iraque por causa da mudança de condições de segurança e pela falta de acordo com o Governo deste país, e expressou sua disposição de reforçar sua presença no Afeganistão.

EFE |

O ministro da Defesa de Portugal, Nuno Severiano Teixeira, informou os jornalistas da decisão, que antecipa para 31 de janeiro a retirada dos soldados prevista em princípio para junho, após se reunir com a Comissão de Defesa da Assembleia Legislativa.

Teixeira explicou que Portugal optou por encerrar sua participação na missão do Iraque tanto pela alteração das condições de segurança como pela falta de um acordo entre o Governo deste país e a Otan sobre o estatuto dos militares da força de apoio.

O ministro também informou sobre a disposição de seu Governo de enviar ao Afeganistão um avião Hercules C-130 e 40 soldados por causa do período eleitoral previsto nesse país para setembro. EFE ecs/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG