Portugal decretará três dias de luto nacional por vítimas da Madeira

Lisboa, 21 fev (EFE).- O Governo de Portugal convocou um Conselho de Ministros extraordinário para amanhã no qual decretará três dias de luto nacional em homenagem às vítimas das enchentes no arquipélago da Madeira, informaram hoje à Agência Efe fontes oficiais.

EFE |

O Conselho de Ministros se reunirá de manhã para declarar os três dias de luto diante das "calamidades e da catástrofe" causadas pelas enchentes e "estudar novas medidas de apoio" ao arquipélago, informou uma fonte do Ministério da Presidência.

Segundo os últimos dados do Governo regional da Madeira, 42 pessoas morreram, 120 ficaram feridas e mais de 250 tiveram que deixar suas casas por causa das chuvas que castigaram o arquipélago ontem durante mais de 12 horas.

O prefeito de Funchal - a capital do arquipélago e uma das cidades mais afetadas pelas águas -, Miguel Albuquerque, expressou seu temor de que o número de vítimas fatais aumente.

Em declarações à imprensa local, Albuquerque disse que, neste momento, a maior preocupação são as casas danificadas e inundadas e "os carros enterrados e arrastados pelas águas nos quais, suspeitamos, podemos encontrar mais mortos". EFE prl/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG