Porto de Sendai reabre ao tráfego comercial após tsunami

Navio com cerca de 300 automóveis partiu de Sendai com destino a Nagoia

EFE |

Reuters
Automóveis da Toyota são embarcados no porto de Sendai, uma das áreas mais atingidas pelo tsunami

Tóquio - O porto de Sendai, uma das cidades mais afetadas pelo terremoto e o posterior tsunami de 11 de março na província japonesa de Miyagi, foi reaberto neste sábado para o tráfego comercial com uma carga de veículos da fabricante Toyota.

Segundo informou a agência local "Kyodo", cerca de 300 carros do maior fabricante mundial de veículos, produzidos em sua fábrica na província de Iwate (norte japonês), foram carregados em um navio com destino a Nagoia (região central).

O governador de Miyagi, Yoshihiro Murai, por sua vez, indicou que no fim deste mês estarão prontas 1.311 casas temporárias em 13 das localidades mais afetadas na província. A previsão é que outras 10 mil comecem a ser construídas em meados de maio. O aeroporto de Sendai foi reaberto na quarta-feira, pouco mais de um mês depois de ter sido arrasado pelo tsunami de 11 de março, em tragédia que deixou o saldo de 3.645 mortos e 14.384 desaparecidos.

Após o terremoto, o aeroporto, que teve pistas destruídas e com carros amontoados, era utilizado apenas por aviões e helicópteros das Forças de Autodefesa (Exército) do Japão e militares americanos envolvidos nos trabalhos de emergência.

    Leia tudo sobre: JAPÃOTERREMOTOSENDAIPORTO

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG