Porteiro que ficou milionário ao ganhar na loteria é demitido

NOVA YORK - O porteiro da cidade de Nova York que manteve seu emprego num exclusivo prédio de apartamentos na Avenida Park, depois de ganhar US$ 5 milhões na loteria, foi acompanhado até a porta e demitido.

AP |

Kate Ferranti, porta-voz do sindicato que representa os funcionários de prédios de apartamento, disse que eles foram notificados por Richie Randazzo na terça-feira sobre o acontecido.

A companhia Brown Harris Stevens que gerencia o prédio não foi localizada para comentar o assunto. O pai de Randazzo disse, na quarta-feira, que a carta de demissão não deu motivos para a dispensa. Ele se recusou a informar seu nome e disse que seu filho não se encontrava em casa.

Randazzo ganhava US$ 40 mil ao ano como porteiro. Ele se deparou com outros US$ 65 mil a cada três meses depois de acertar os números sorteados no dia dois de maio.

De acordo com relatórios publicados, sua presença no trabalho era impecável. O morador do Brooklyn afirmou, quando ganhou na loteria, que não tinha planos de mudar de vida imediatamente, mas contou que provavelmente compraria um barco e um carro de luxo.

Ferranti disse que a demissão será investigada.

Leia mais sobre loteria

    Leia tudo sobre: loteria

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG