Porta-voz nega que Irã tenha rejeitado troca nuclear

Teerã, 24 jan (EFE).- O porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores do Irã, Ramin Mehmanparast, negou hoje que seu país tenha rejeitado a proposta para a troca de combustível nuclear, como foi informado na semana passada.

EFE |

"Continuamos nossas negociações com a outra parte, além disso, não recebemos nenhum relatório da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) que prove esta declaração do Ocidente", disse o funcionário, cujas declarações foram citadas pela agência de notícias "Ilna".

Nesta linha, Mehmanparast voltou a rejeitar a possível aplicação de novas sanções e insistiu em que a polêmica sobre o programa nuclear iraniano foi politizada pelo Ocidente.

"Desde o início, destacamos que o programa nuclear do Irã tem caráter pacífico e não se desviou (de seu propósito civil). O Ocidente tenta utilizar as sanções para obrigar o Irã a se submeter a suas exigências", acrescentou.

A este respeito, qualificou de "reiterativas" as recentes críticas do presidente francês, Nicolas Sarkozy, e voltou a sugerir que o grupo formado pelos membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU mais Alemanha adote uma posição mais construtiva.

A imprensa internacional publicou esta semana uma notícia procedente da AIEA que afirmava que o Irã tinha rejeitado por escrito vários pontos importantes da proposta feita em outubro do ano passado.

O Irã mantém uma disputa com grande parte da comunidade internacional por causa das suspeitas sobre o programa nuclear iraniano. EFE msh-jm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG