Teerã, 27 jul (EFE).- Ninguém pode prejudicar as relações de irmandade entre Irã e Síria, afirmou hoje o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores do Irã, Hassan Qashghavi.

Ele fez a declaração ao se referir à viagem de uma delegação americana a Damasco, durante uma entrevista coletiva semanal em Teerã, transmitida ao vivo pela televisão iraniana.

"As autoridades de Irã e Síria mantiveram consultas durante os últimos anos e têm relações (diplomáticas) baseadas na irmandade e no respeito mútuo", acrescentou Qashghavi. "Ninguém pode deteriorá-las", acrescentou.

O porta-voz disse que o ministro de Assuntos Exteriores iraniano, Manouchehr Mottaki, tinha falado por telefone com seu colega chinês para expressar sua preocupação pela situação dos muçulmanos durante os confrontos na China.

Qashghavi respondeu assim a uma pergunta sobre o motivo da suposta indiferença do Irã ao massacre de muçulmanos na China enquanto defende os muçulmanos palestinos ou no Líbano.

Ele defendeu as atividades nucleares de seu país e disse que se se reconhece o direito do Irã a ter acesso à tecnologia pacífica, Teerã o receberia com beneplácito. EFE msh/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.