Porta-aviões americano com hospital chega ao Haiti

O porta-aviões dos Estados Unidos Carl Vinson chegou nesta sexta-feira a Porto Príncipe, o que garantirá um grande reforço às equipes de socorro, já que o navio tem um hospital e capacidade para produzir água potável em grande quantidade.

iG São Paulo |

O chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas americanas, almirante Mike Mullen, disse, em Washington, que a prioridade é distribuir água e alimentos o mais rapidamente possível, para "evitar que, por causa do desespero do povo, a segurança entre colapso ou haja um surto de violência".

AFP
Porta-aviões dos EUA Carl Vinson

Porta-aviões dos EUA Carl Vinson



O "Carl Vinson" chegou ao Haiti com mil soldados e 19 helicópteros a bordo. Ele também é equipado com 51 camas de hospital, três salas de operações e uma central capaz de produzir centenas de milhares de litros de água potável por dia, segundo Mullen.

A falta de água potável em Porto Príncipe depois do grande terremoto de terça-feira é "catastrófica", destacou nesta sexta-feira o site da "Rádio Metropole".

A emissora também ressaltou que a oferta de água aumentará com a chegada de aproximadamente 20 toneladas de material purificador enviadas da França pela ONG Ação contra a Fome.

A carga deve chegar nesta sexta-feira a Porto Príncipe, procedente de Lyon.
*Com informações da EFE

Veja também:

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: haititerremototragédia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG