Porta-aviões americano chega ao Brasil

Rio de Janeiro, 26 fev (EFE).- O porta-aviões da Marinha americana USS Carl Vinson chegou hoje ao Rio de Janeiro procedente do Haiti, onde prestou ajuda humanitária aos afetados pelo terremoto que devastou a nação caribenha em 12 de janeiro.

EFE |

O USS Carl Vinson, com uma tripulação de aproximadamente 4 mil pessoas, permanecerá no porto do Rio de Janeiro até domingo para desenvolver trabalhos conjuntos entre as Marinhas americana e brasileira.

"Trata-se de uma interação baseada no respeito mútuo e nossa intenção é estreitar ainda mais nossos acordos e atividades conjuntas", assegurou o embaixador dos EUA no Brasil, Thomas Shannon.

Durante 18 dias, a tripulação do USS Carl Vinson colaborou para a transferência de feridos do terremoto no Haiti por helicópteros até hospitais na Flórida, Estados Unidos.

Na ativa desde 1980, o USS Carl Vinson mede 333 metros de comprimento, 78 metros de largura e 74 metros de altura, e capacidade para transportar 60 aviões e 15 helicópteros, além de uma tripulação de 6.250 membros.

Atracado no Píer Mauá, o Carl Vinson leva a bordo cinco helicópteros e 22 aviões, entre eles 12 caças F-18 da fabricante americana Boeing.

A última vez que um porta-aviões americano visitou o Brasil foi em abril de 2008, quando o USS George Washington participou da 48ª edição da Operação Unitas, um encontro internacional de embarcações e aeronaves militares. EFE af/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG