Por causa de greve, aeroporto de Lisboa fica sem combustível

LISBOA (Reuters) - O principal aeroporto de Lisboa ficou sem combustível nesta quarta-feira por causa de uma greve de caminhoneiros, provocando atrasos nos vôos mas nenhum cancelamento, afirmou um porta-voz do aeroporto. Não há suprimento de combustível para os aviões no aeroporto de Portugal, apenas para casos de emergência e aparelhos militares ou oficiais, disse o porta-voz.

Reuters |

Segundo as declarações dele, as companhias aéreas passaram a abastecer seus aviões realizando escalas em outros aeroportos, como o da cidade do Porto.

Caminhoneiros portugueses e espanhóis deram início a uma greve na segunda-feira protestando contra os altos preços dos combustíveis.

Varejistas afirmaram que o estoque de alimentos começa a esgotar-se nos supermercados.

Vários postos de gasolina em Lisboa ficaram sem o produto na quarta-feira, e longas filas de carros formavam-se nos postos que ainda dispunham de combustível para vender.

A polícia afirmou que oferecerá escolta para alguns caminhões a fim de que consigam chegar a seus destinos, atravessando as linhas de piquete.

(Por Elisabete Tavares)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG