Popularidade de Sarkozy em alta na França, segundo duas pesquisas

A popularidade do presidente francês Nicolas Sarkozy registrou uma alta em outubro, aparentemente ligada à forma com que administrou a crise financeira, segundo dois institutos de opinião.

AFP |

Uma das pesquisas dá ao chefe de Estado 43% de opiniões favoráveis e, em outra, esse percentual sobe para 47%.

Segundo um estudo LH2 para o site NouvelObs.com divulgado nesta terça-feira, 43% das pessoas ouvidas declaram considerar a presidência Sarkozy de modo "muito" ou "bastante" positivo, contra 39% no mês passado.

"Esse avanço favorável se explica, sem dúvida, pelo envolvimento do presidente da República na gestão da crise financeira, tanto em nível nacional (plano de apoio ao setor bancário, pressão sobre os bancos para que continuem a conceder créditos) quanto internacional", estima o instituto LH2.

Segundo o barômetro Ifop Paris-Match a ser divulgado na quinta-feira, 47% dos franceses aprovam a ação de Nicolas Sarkozy.

De acordo com o instituto, para 78% dos franceses, o presidente defende bem os interesses da França no exterior; para 61% ele renova a função presidencial e, para 58% é capaz de reformar o país.

As sondagens foram realizadas por telefone nos dias 30 e 31 de outubro com mostra de mil pessoas com idade de 18 anos e mais.

A popularidade do presidente francês havia conhecido uma forte queda no início do ano, caindo até 32% em abril.

jmg-em/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG