Popularidade de premiê britânico atinge pior nível desde eleição

Escândalo de arrecadação de fundos ajuda a piorar desempenho de Cameron em pesquisa que o compara com líderes de outros partidos

iG São Paulo |

AP
Premiê britânico David Cameron deixa sua casa em Londres (18/01)
A taxa de aprovação do premiê britânico, David Cameron, caiu para seu nível mais baixo desde que ele foi eleito há dois anos, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira. O levantamento comparou Cameron, líder do Partido Conservador, com Ed Milliband, líder trabalhista, e Nick Clegg, líder liberal-democrata.

De acordo com um levantamento do instituto YouGov para o jornal The Sun, somente 30% dos eleitores acreditam que Cameron seria o melhor primeiro-ministro entre os três.

Leia também: Premiê publicará detalhes de jantares privados com doadores

É o menor patamar desde a eleição geral de maio de 2010, que elegeu Cameron para premiê à frente de um governo de coalizão com o partido Liberal Democrata.

Milliband é visto como o possível melhor premiê por 19% dos eleitores, subindo um ponto em relação ao levantamento anterior. Clegg foi escolhido por 5% dos entrevistados, caindo um ponto. Quase metade dos eleitores disse não saber qual dos três seria o melhor primeiro-ministro, maior patamar desde a eleição de 2010, estatística que mostra o descontentamento da população com os principais partidos britânicos.

Muitos classificam as duas últimas semanas como o pior período para Cameron e seu partido, após um importante arrecadador de fundos para a legenda ser secretamente gravado oferecendo acesso ao primeiro-ministro em troca de dinheiro.

Além disso, muitos interpretaram que o orçamento anual, divulgado no mês passado, impõe que os pensionistas paguem pela redução de impostos para os mais ricos.

A ambiguidade demonstrada na forma de lidar com uma greve no setor de combustíveis gerou pânico e uma taxação sobre alimentos provocou críticas de que Cameron e o círculo próximo a ele não têm preocupação com os mais pobres.

Com Reuters

    Leia tudo sobre: cameronreino unidopartido conservadorcleggmilliband

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG