Popularidade de Berlusconi cresce após terremoto na Itália

ROMA (Reuters) - A popularidade do primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, cresceu em abril pela primeira vez desde outubro, informou uma pesquisa de opinião pública, após sua participação ativa nos assuntos sobre o terremoto que atingiu o país neste mês. A pesquisa do instituto IPR, publicada nesta segunda-feira no site do jornal de esquerda La Repubblica, mostrou 56 por cento de apoio ao premiê, 4 pontos percentuais a mais do que no mês passado.

Reuters |

A popularidade de Berlusconi era de 62 por cento em outubro.

O apoio ao seu governo de centro-direita também cresceu dois pontos percentuais, para 46 por cento, o primeiro aumento desde setembro, informou a pesquisa, feita nos dias 15 e 16 de abril.

O apoio à principal legenda de oposição, o Partido Democrata, ficou em 31 por cento, também dois pontos percentuais de alta, após uma mudança recente de liderança.

O IPR afirmou que o terremoto do dia 6 de abril na região de Abruzzo, no qual 296 pessoas morreram e mais de 65 mil ficaram sem casa, ajudou a elevar o apoio a Berlusconi, apesar da crise econômica global.

Ele tem feito muitas visitas às áreas afetadas, e irá agendar um encontro de gabinete na cidade mais atingida, L'Aquila, na próxima semana. Ele prometeu reconstruir as casas rapidamente e não abandonar as pessoas nas tendas das cidades.

(Reportagem de Silvia Aloisi)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG