População toma ruas de Tskhinvali para festejar votação em Moscou

Bandeiras russas e ossetas tremulavam ao vento, novinhas em folha, enquanto vários carros cortavam Tskhinvali, buzinando sem parar, nesta segunda-feira, para festejar a votação do Parlamento russo pelo reconhecimento da independência da Ossétia do Sul.

AFP |

Ao mesmo tempo, cerca de 50 pessoas, sentadas na principal praça da cidade, ouviam as últimas notícias de Moscou, transmitidas de um alto-falante instalado em um caminhão azul.

Gestos de "V" de vitória e gritos de "Nós vencemos!" se misturavam entre os membros de uma organização da juventude local, que agitavam bandeiras russas (de cores branca, azul e vermelha) e osseta (branca, vermelha e amarela) - tudo sob o olhar atento de uma autoridade do Ministério da Juventude.

"Esperamos por muito tempo pela independência", comemorou essa representante do governo, Eleonora Bedoieva. "A Rússia está conosco", declarou ela, acrescentando que "esse é o acontecimento mais feliz desses últimos tempos".

Enquanto isso, um blindado atravessava a praça, e um helicóptero continuava a sobrevoar a cidade.

Várias deflagrações fortes ressoavam ao longe, como, aliás, tem acontecido todos os dias. Explosões de depósitos de munições georgianas, ou operações de retiradas de minas garantem a presença dos oficiais russos no terreno.

Na ausência do presidente sul-osseta, Eduard Kokoity, que fazia seu pronunciamento na tribuna do Parlamento russo, seu ministro das Relações Exteriores, Murat Djioiev, insistiu em que "as únicas garantias de paz e de segurança da Ossétia do Sul são a Rússia e a força de manutenção de paz russa".

Ele prestou, então, uma vibrante homenagem ao Exército russo, cuja intervenção no início de agosto, após a ofensiva georgiana, permitiu, segundo ele, "evitar um genocídio" no território separatista.

Ao contrário, porém, de inúmeras outras autoridades, o chanceler Djioiev não evocou, em nenhum momento, uma eventual fusão com a república russa da Ossétia do Norte, do outro lado da fronteira.

bfi/tt/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG