Tamanho do texto

Os brancos deixarão de ser maioria na população americana em 2042, uma década antes em relação às projeções passadas, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pelo Censo.

Embora 65% da população americana deva ser branca em 2010, esse percentual deve cair até 2030, à medida que o número de mortes de brancos for superando o número de nascimentos, revela a pesquisa.

Em 2050, quando o país deverá ter uma população de 439 milhões de pessoas, 54% delas farão parte de minorias raciais.

O maior aumento será registrado entre os hispânicos, grupo que deve chegar a 133 milhões até 2050, quase um terço do crescimento populacional americano projetado para o período 2010-2050, devido às altas taxas de nascimento e à imigração.

A população asiática aumentará 4,5%, em 2010, e quase 8%, em 2050, mas a população negra não-hispânica deve se manter praticamente estável, passando de 12,2% da população total, em 2010, para 11,8%, em 2050, de acordo com os dados.

As previsões indicam que a população também envelhecerá. Hoje, cerca de 38,7 milhões de pessoas nos EUA têm 65 anos, ou mais, um número que deve chegar a 88,5 milhões até 2050.

knt/lm/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.