Pelo menos quatro pessoas morreram e outras quatro desapareceram na queda de um ponte para veículos que estava sendo construída no sul do Cazaquistão, informou neste sábado o Ministério de Situações de Emergência do país.

"Até agora, foram resgatados quatro corpos. As buscas pelos desaparecidos continuam", destacou Zhasulan Dzhumaliev, chefe do Departamento de Situações de Emergência da província de Atyrau.

O acidente aconteceu na tarde da última sexta-feira (11), quando um trecho da ponte de 106 metros de cumprimento por 18 metros de largura caiu sobre o rio Ural, destaca um comunicado.

Oito pessoas que trabalhavam nas obras foram soterradas. Um outro operário ficou ferido e foi levado para um hospital, informou a agência russa "Interfax".

"Segundo dados preliminares, o acidente aconteceu quando os pilares provisórios do lance central tiveram que ser deslocados. A causa mais provável pode ter sido um erro na hora de nivelar os diferentes pilares da ponte", acrescenta o texto.

O governador de Atyrau, Berguei Riskaliev, confirmou a versão de que os pilares da estrutura provisória "não suportaram o peso da construção".

No entanto, exames feitos imediatamente após o acidente constataram que oito trabalhadores apresentavam um "leve estado de embriaguez" e outros nove estavam de ressaca.

Leia mais sobre: acidentes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.