Polônia pede convocação de cúpula extraordinária da UE sobre Ossétia do Sul

Varsóvia, 9 ago (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores polonês, Radoslaw Sikorski, pediu a convocação de uma cúpula extraordinária da União Européia (UE) para abordar o conflito entre a Rússia e a Geórgia pela crise na região separatista georgiana da Ossétia do Sul.

EFE |

Sikorski disse hoje que pediu à Presidência da UE - nas mãos da França - a realização de uma cúpula dos líderes do bloco. O ministro polonês afirmou que sua proposta foi recebida por Paris, e acrescentou que tem a impressão de que a reunião será realizada.

O alto representante para Política Externa e Segurança Comum da UE, Javier Solana, deve manter contatos por telefone com o presidente da Ucrânia, Victor Yushchenko, e com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Solana também pretende falar durante os próximos dias com o presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, que hoje anunciou a entrada de tropas russas na Ossétia do Sul a fim de "impor a paz".

O alto representante da UE e sua equipe mantêm contatos com as partes em conflito e com representantes da comunidade internacional.

Desde o início das hostilidades na Ossétia do Sul esta semana, Solana manteve contatos, entre outros, com o presidente georgiano, Mikhail Saakashvili, com a ministra de Assuntos Exteriores do país, Eka Tkeshelashvili, e com o ministro de Exteriores russo, Serguei Lavrov.

Tanto o alto representante da UE quanto a Comissão Européia e a Presidência do bloco pediram o fim imediato da violência na Ossétia do Sul e chamaram ao diálogo entre as partes. EFE gc/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG