Varsóvia, 5 nov (EFE).- O chanceler polonês, Radoslaw Sikorski, se mostrou hoje esperançoso de que o próximo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, mantenha os planos de instalar o escudo antimísseis americano na Polônia, um dos grandes projetos da gestão George W.

Bush.

Depois de mais de um ano de complicadas negociações, em agosto Polônia e EUA chegaram a um acordo para implantação do aparato no país europeu, o que transformou os poloneses em um dos principais aliados da Casa Branca na Europa.

No entanto, a vitória de Obama faz com que o destino do escudo antimísseis seja agora mais incerto, sobretudo depois que alguns destacados políticos democratas tenham questionado o projeto e seu elevado custo.

O chanceler também anunciou a possibilidade de que Obama visite a Polônia em 2009, um momento que ambos os países aproveitarão para relançar as boas relações mantidas até o momento sob o Governo Bush.

EFE nt/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.