A Polônia e as três repúblicas bálticas - Lituânia, Letônia e Estônia - condenaram neste sábado, em comunicado conjunto, a atitude da Rússia contra a Geórgia, com a entrada das tropas russas na Ossétia do Sul.

A intervenção da Rússia transgride o direito internacional e é "um ato de agressão", disse o presidente polonês, Lech Kaczynski, em um comparecimento à imprensa, em Varsóvia.

O chefe do Estado polonês insistiu em que tanto a Abkházia quanto a Ossétia do Sul são parte da República da Geórgia "e nada pode mudar essa situação".

A Polônia e as repúblicas bálticas pedem, em seu comunicado à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e à UE, a "agir em conseqüência", o que, nas palavras de Kaczynski, não pode se traduzir desta vez em "meros comunicados".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.