Polônia divulga áudio de acidente que matou líder

Segundo transcrição, ao saber que avião não poderia pousar uma autoridade do governo polonês afirmou: "então temos um problema"

iG São Paulo |

© AP
Material recuperado após acidente no dia 10 de abril
O governo da Polônia divulgou nesta terça-feira a transcrição das gravações das caixas-pretas encontradas após o acidente aéreo que causou a morte do então presidente Lech Kaczynski e de outras 95 pessoas.

Na gravação, pouco antes da queda da aeronave, é possível ouvir diversos avisos automáticos sobre a necessidade de o avião ganhar altitude para não colidir com obstáculos terrestres. "Suba, suba...terreno adiante", dizia uma das mensagens. Xingamentos dos pilotos também foram gravados.

A gravação mostrou que, 16 minutos antes do acidente, controladores áereos avisaram os pilotos que não pousassem no aeroporto Smolensk, na Rússia, devido às más condições do tempo.

Um minuto depois os pilotos comunicam o chefe de protocolo do Ministério das Relações Exteriores da Polônia - que estava na cabine - que o avião não podia pousar.

"Então temos um problema", foi a resposta da autoridade, Mariusz Kazana. Depois de um intervalo de dez minutos, Kazana diz aos piloto: "O presidente ainda não decidiu o que faremos". Há um trecho inaudível e, no momento em que a asa do avião bate contra árvores, é possível ouvir gritos.

Na semana passada, as investigações revelaram que o chefe da Força Aérea da Polônia, Andrzej Blasik, também estava na cabine no momento do acidente. Segundo os investigadores, porém, não há evidências de que Blasik tenha pressionado os pilotos para que pousassem apesar do tempo ruim.

Os ocupantes do avião iam para Katyn, onde assistiriam a uma cerimônia em memória dos mais de 20 mil oficiais poloneses assassinados no local, em 1940, por ordem de Josef Stalin.

Com EFE e BBC

    Leia tudo sobre: polôniaacidente aéreo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG