Polônia confirma que EUA comunicaram retirada de escudo antimísseis

Varsóvia, 17 set (EFE).- O primeiro-ministro polonês, Donald Tusk, confirmou hoje que os Estados Unidos mudaram seus planos de posicionar seu escudo antimísseis na Polônia, segundo lhe anunciou, em uma conversa telefônica, o presidente americano, Barack Obama.

EFE |

"Foi uma decisão do presidente Barack Obama e sua equipe", disse Tusk, que ressaltou que, durante sua conversa com o líder americano, foi decidido continuar trabalhando para garantir a segurança militar polonesa, uma das prioridades do Executivo de Varsóvia.

Apesar da retirada do plano americano de posicionar na Polônia plataformas de lançamento de mísseis interceptores, Tusk disse que a decisão de Washington não deveria ser avaliada como um fracasso.

Acrescentou que a Polônia tem "a oportunidade de conseguir uma posição bastante exclusiva nas relações com os EUA".

"Perguntei (a Barack Obama) se cometemos erros ou se o estilo de negociação influiu na decisão, e obtive a resposta de que as negociações intensificaram a amizade polonês-americana e construíram uma grande relação de confiança", especificou Tusk. EFE nt/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG