Polônia cogita 13 ou 20 de junho como datas para eleições antecipadas

Varsóvia, 14 abr (EFE).- As eleições presidenciais polonesas, antecipadas por causa da morte do presidente do país, Lech Kaczynski, em um acidente com o avião presidencial no último sábado, deverá ocorrer nos dias 13 ou 20 de junho, anunciou hoje o chefe da Chancelaria do Parlamento, Lech Czapl.

EFE |

Se o presidente do Parlamento e chefe de Estado interino, Bronislaw Komorowski, não anunciar a data definitiva antes da próxima segunda-feira, o pleito será realizado em 20 de junho e o segundo turno, se for necessário, nos primeiros dias de julho.

A Polônia continua imersa na semana de luto decretada após a tragédia aérea, que se estende até a meia-noite de 18 de abril.

Até lá, milhares de cidadãos passarão pelo velório de Kaczysni e de sua mulher Maria, no Salão de Colunas do Palácio Presidencial.

Após a morte no acidente aéreo de seus rivais eleitorais, o próprio Bronislaw Komorowski é o único candidato neste momento à chefia do Estado no pleito presidencial e que, em princípio, deveria ocorrer no segundo semestre.

Além de Lech Kazcynski, que iria concorrer à reeleição para mais cinco anos, no acidente de Smolensk morreu também o candidato socialista à Presidência, Jerzy Szmajdzinski, que ocupava a vice-Presidência do Parlamento.

As pesquisas realizadas antes da tragédia indicavam que Komorowski sairia vitorioso e que as possibilidades de reeleição de Kaczynski eram praticamente nulas, diante da queda de sua popularidade, com 70% da população contrária a sua política.

Komorowski é o candidato da governamental Plataforma Cidadã (PO), liderada pelo liberal primeiro-ministro polonês, Donald Tusk.

Os meios de imprensa poloneses cogitam a possibilidade que Jaroslaw Kaczynski, irmão gêmeo do falecido presidente, assuma a candidatura da formação conservadora Lei e Justiça (PiS), embora há quem considere que a tragédia familiar poderia antecipar sua retirada da política. EFE jcb-nt/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG