Poloneses velaram toda a noite o presidente morto em acidente de avião

Varsóvia - Milhares de cidadãos poloneses velaram até o começo da madrugada de hoje o falecido presidente Lech Kaczynski às portas do palácio presidencial, perante o qual brilha um crescente mar de velas e flores.

EFE |

Os cidadãos poderão se despedir de maneira mais pessoal a partir de amanhã, quando o caixão com o corpo de Kaczynski for exposto publicamente, segundo anunciou o ministro da Presidência, Jacek Sasin, em uma nota divulgada hoje pela agência local de notícias PAP.

Apesar de tudo, os poloneses continuam acudindo hoje de maneira incessante ao palácio, onde ao longo do dia poderão se despedir dele de forma mas íntima seus parentes e colaboradores.

Sobre a data e os detalhes dos funerais em homenagem a Kaczynski espera-se que responsáveis do Governo e o escritório presidencial decidam ao longo da jornada.

O presidente da Polônia faleceu no sábado na queda do avião no qual viajava com uma comitiva de 96 pessoas durante a manobra de aterrissagem no aeroporto russo de Smolensk.

Ao longo da noite passada foram realizadas várias missas em memória de Kaczynski, de sua esposa Maria e do resto das pessoas que os acompanhavam no fatídico voo.

Os cidadãos encheram as igrejas de Varsóvia e, também, sua sinagoga, enquanto o presidente da comunidade judaica na Polônia, Piotr Kadlcik, lembrou que Lech Kaczynski foi o primeiro presidente polonês que visitou um templo hebraico.

Dezenas de milhares de pessoas escoltaram este domingo o cortejo fúnebre com os restos mortais do presidente Kaczynski, em sua chegada a Varsóvia.

Ao longo dos dez quilômetros que separam o aeroporto de Varsóvia do palácio presidencial, se formou uma gigantesca rede humana que aplaudia a passagem da caravana fúnebre.

O cadáver de Kaczynski não pôde finalmente ser repatriado junto com o de sua esposa, Maria Kaczynska, já que segundo informou o embaixador polonês na Rússia, Jerzy Bahr, seus restos mortais não estão entre os que já foram identificados.

Após a tragédia foi decretado na Polônia uma semana de luto nacional, na qual a maioria de atividades culturais e esportivas serão canceladas. EFE

    Leia tudo sobre: acidente aéreoaviãopolônia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG