Polonês é preso por seqüestrar e estuprar a filha por seis anos

Um polonês de 45 anos foi preso e indiciado por ter seqüestrado e estuprado durante seis anos sua filha, agora com 21 anos, anunciou a polícia polonesa nesta segunda-feira.

AFP |

O homem, cuja identidade não foi revelada, foi detido em Siedlce (centro) quando estava fugindo, destacou um porta-voz da polícia.

Segundo o depoimento da jovem, que se apresentou na semana passada à polícia de Siemiatycze (leste), junto com sua mãe, os estupros começaram quando ela tinha 14 anos. O pai a impedia de sair de casa.

Ela teve dois filhos, em 2005 e em 2007, mas ambos foram deixados no hospital para serem adotados. "Essas crianças eram, provavelmente, os frutos dos estupros", disse o porta-voz.

A jovem contou à polícia que foi forçada a abandonar os filhos pelo pai, que estava no hospital quando ela deu à luz.

A jovem deixou a escola aos 14 anos. "Ela viveu o inferno com o pai. Foi estuprada, amarrada, ameaçada com uma faca", relatou o policial Jacek Dobrzynski, que participou da investigação.

O homem, que segundo a polícia estava tentando fugir para a Itália, foi colocado em detenção provisória por três meses. Foi indiciado por estupro e seqüestro e pode ser condenado a 15 anos de prisão.

Leia mais sobre Polônia

    Leia tudo sobre: polônia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG