Político russo veta uso da expressão crise financeira

Um político russo proibiu seus funcionários de usar a expressão crise financeira, sob a ameaça de demissão, informa o jornal Kommersant.

AFP |

O governador da região de Noginsk (50 km ao leste de Moscou), Vladimir Laptev, assinou um decreto que veta aos funcionários da cidade o uso da expressão nos discursos públicos.

"Aqui criamos todas as condições para um trabalho normal). No entanto, há aqueles que demitem seus funcionários e reduzem o ritmo", declarou Laptev ao Kommersant.

"Sob o rótulo de crise financiera, há aqueles que se negam a cumprir com suas obrigações".

"A crise está na cabeça das pessoas, não na economia", concluiu Laptev.

mp/Arp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG