Político italiano diz que alguns parlamentares do país usam cocaína

Roma, 25 jun (EFE).- O subsecretário da Presidência do Conselho de Ministros da Itália, Carlo Giovanardi, assegurou hoje que alguns parlamentares consomem cocaína, durante a apresentação do relatório de 2007 sobre o uso de drogas no país.

EFE |

"No Parlamento corre a cocaína, não dizê-lo seria negar a realidade", afirmou Giovanardi, especificando, no entanto, que "não é verdade que metade dos parlamentares use a droga, como se diz".

A polêmica sobre o consumo de drogas entre os parlamentares italianos explodiu há dois anos, quando o programa de televisão "Le Iene" revelou que um terço dos deputados do país utilizava algum tipo de entorpecente.

Embora a Justiça tenha proibido a transmissão do programa, por considerar que as mostras para os testes de deputados italianos, dos quais 16 deram positivo, foram obtidas de forma ilegal.

Por outro lado, o relatório anual sobre o uso de drogas mostra que a difusão do uso de heroína e cocaína é estável, enquanto aumenta o consumo de maconha, sobretudo entre as mulheres.

Segundo o relatório, 14 de cada mil italianos entre os 15 e os 64 anos fuma um cigarro de maconha habitualmente, enquanto 14% fumaram maconha alguma vez em sua vida.

Somente um em cada mil italianos consome cotidianamente heroína.

O relatório alerta, no entanto, para o aumento do uso de substâncias alucinógenas ou estimulantes, que já foram experimentadas por 37 de cada mil cidadãos. EFE ccg/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG