Político austríaco morto em acidente dirigia muito alcoolizado, diz revista

Viena, 15 out (EFE).- O político ultranacionalista austríaco Jörg Haider dirigia com um alto índice de alcoolemia quando sofreu o acidente de trânsito que o matou, no sábado passado, segundo a revista austríaca News.

EFE |

Em sua edição de amanhã, a revista informa sobre o alto nível de álcool detectado no corpo do governador da Caríntia, após uma autópsia feita no Instituto de Medicina Legal da Universidade de Graz.

"O primeiro resultado mostra que, no momento do acidente, Jörg Haider estava fortemente alcoolizado e, portanto, não estava em condições de dirigir", afirma a publicação.

A autópsia foi feita no sábado na presença do promotor competente, acrescenta a revista.

De acordo com as investigações policiais, Haider, no momento do acidente, estava sozinho no veículo a 142 km/h, o dobro da velocidade permitida no trecho, uma estrada de Caríntia perto da capital de Klagenfurt.

Segundo a reconstrução do acidente, Haider perdeu o controle de seu veículo após fazer uma ultrapassagem em um trecho praticamente reto, que não apresentava especiais dificuldades.

No momento da colisão, por volta das 1h15, Haider voltava de um ato de seu partido e esteve em uma casa noturna, junto com colaboradores políticos.

Em meio a fortes medidas de segurança, o cadáver de Haider será cremado no próximo sábado e a urna com as cinzas será enterrada em seu sítio familiar na Caríntia. EFE wr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG