menos imperialista com Obama, diz Correa - Mundo - iG" /

Política externa será menos imperialista com Obama, diz Correa

Quito, 5 nov (EFE).- O presidente equatoriano, Rafael Correa, disse hoje acreditar que a política externa dos Estados Unidos será menos imperialista no Governo do democrata Barack Obama.

EFE |

"Acho que a política externa americana será mais moderada, mais humana, menos imperialista; acho que haverá maior atenção à América Latina, mas também não acredito que teremos mudanças profundas", assinalou Correa.

O governante equatoriano afirmou que se sente contente com o triunfo de Obama nas eleições presidenciais dos Estados Unidos, e destacou o fato de que, pela primeira vez na história desse país, uma pessoa das minorias étnicas foi eleita presidente.

É preciso ressaltar o fato de que "um negro será presidente dos Estados Unidos", porque "é importante que uma minoria chegue ao (comando do) país mais poderoso do mundo", afirmou.

No entanto, o líder equatoriano, identificado com a linha do chamado "socialismo do século XXI", que compartilha com seus colegas de Venezuela, Hugo Chávez, e Bolívia, Evo Morales, acrescentou que a América Latina não deve se preocupar muito com quem chega à Casa Branca.

Correa disse que sonha "com o dia em que a América Latina não tenha de se preocupar nem um pouco com quem chegou à Presidência dos Estados Unidos, porque pode ser suficientemente soberana e autônoma para caminhar com seus próprios pés". EFE fa/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG