Teerã, 12 jun (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores iraniano, Manouchehr Mottaki, afirmou hoje que a política externa do país não mudará depois das eleições de hoje, independentemente de quem for eleito presidente.

"Os princípios da política externa do Irã estão baseados em pedras fundamentais da República Islâmica", disse Mottaki a jornalistas após votar em Teerã.

Tais princípios foram estabelecidos pelo fundador da República Islâmica, aiatolá Ruhollah Khomeini, estão incluídos na Constituição iraniana e mantidos pelo líder supremo, aiatolá Ali Khamenei, explicou o ministro.

"Os diferentes Governos adotaram posturas diversas em relação à política externa, mas os princípios não mudaram", insistiu.

Em relação ao pleito, Mottaki assegurou que a elevada participação eleitoral - calculada em 75% - terá "um efeito dissuasivo" nos inimigos do Irã e ressaltou que a participação dos iranianos que moram no exterior "triplicou nestas eleições".

Os resultados finais, que devem ser validados pelo influente Conselho de Guardiães, serão divulgados 24 horas após o fechamento dos colégios eleitorais.

Caso nenhum dos quatro candidatos à Presidência iraniana receba mais de 50% dos votos válidos, haverá segundo turno já na próxima sexta-feira. EFE jm-msh/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.