Polígamo é condenado nos EUA por submeter esposas e filhos a maus tratos

Los Angeles (EUA.), 11 jun (EFE).

EFE |

- Um tribunal da cidade de Murrieta, na Califórnia (Estados Unidos), considerou um polígamo confesso culpado de submeter a maus tratos suas esposas, seus filhos e seus netos.

Fontes judiciais disseram que entre as 25 acusações pelas quais foi condenado Mansa Muhummed figuram as de torturar sete de seus filhos, abusar de 12 deles e de conseguir o encarceramento de duas de suas esposas mediante falsas acusações.

As fontes, que não esclareceram quantas esposas tem Muhummed, indicaram que o homem, de 55 anos, pode ser condenado à prisão perpétua pelos delitos.

Ao confessar sua poligamia, Muhummed assegurou aos investigadores que "sua fé muçulmana lhe dava o direito a ter várias esposas".

O homem foi detido em 1999, depois que uma de suas esposas revelou a um funcionário dos Correios que era vítima de abusos por parte de seu marido.

Seus filhos e netos corroboraram a denúncia e, por sua vez, revelaram que com freqüência o homem não lhes dava de comer, os espancava e os pendurava pelos pés. EFE ojl/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG