Polícias de América e Europa assinam acordo para combater as Farc

Bogotá, 8 mar (EFE).- A Comunidade de Policiais da América (Ameripol) e a União Europeia assinaram hoje em Bogotá um acordo para perseguir o crime organizado e os grupos guerrilheiros como as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

O acordo prevê uma contribuição de 1,5 milhão de euros por parte da União Europeia nos próximos três anos, segundo comunicado de imprensa do Executivo colombiano.

Segundo o Diretor da Polícia Federal do Brasil, Luiz Fernando Correa, que também é presidente da Ameripol, disse que a aliança pretende facilitar a identificação, localização e julgamento de pessoas vinculadas direta ou indiretamente com a guerrilha, em qualquer dos continentes.

Correa disse ainda que o acordo, que vincula em mais de 40 países, prevê mecanismos de cooperação para combater o narcotráfico e outros crimes, pois vai permitir a troca de bases de dados, informações em tempo real e instrumentos de capacitação com troca de oficiais e pessoal dos diferentes corpos de Polícia.

Há nove meses, a Organização de Policiais da Europa (Europol) recebeu informação que garante a presença de conexões da guerrilha das Farc em 17 nações desse continente.

Os países-membros da Ameripol, além do Brasil, são Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai. EFE ocm/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG