Policial morre em tiroteio com grupo de extrema-esquerda em Istambul

(atualiza com morte de um dos agentes). Istambul, 27 abr (EFE).- Um comissário morreu hoje em um tiroteio entre a Polícia e uma organização armada de extrema-esquerda no bairro de classe média-alta de Bostanci, em Istambul.

EFE |

Segundo a amissora local "NTV", o tiroteio começou às 5h30 locais (23h30 de domingo em Brasília), entre a Polícia e um ou mais supostos terroristas.

Essa mesma emissora informou que os agentes tiraram um corpo do prédio sitiado.

Sete policiais ficaram feridos nos dois primeiros ataques com bombas lançadas desde a casa onde os guerrilheiros se refugiaram.

Um dos membros das forças de segurança morreu pouco depois no hospital, enquanto outro dos feridos permanecia em estado muito grave em consequência de um ferimento na cabeça.

Além disso, um morador da região e um câmera de televisão ficaram feridos no tiroteio.

O governador de Istambul, Muammer Güler, explicou que a Polícia tinha realizado operações durante a noite contra 60 supostos apartamentos de organizações ilegais.

Güler indicou que durante a operação foram detidos 10 membros de organizações de extrema-esquerda, radicais de direita e grupos "separatistas", em uma clara alusão ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), grupo que luta pela independência dos curdos da Turquia.

"Esta era uma das casas nas quais foram realizadas estas operações. A pessoa que se encontra dentro está respondendo com bombas e disparando nos policiais", disse. EFE dt/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG