Policial francês morre em tiroteio com suposto integrante da ETA

Paris, 16 mar (EFE).- Um policial francês morreu hoje durante um tiroteio com um suposto integrante da organização terrorista ETA, relataram à Agência Efe fontes oficiais francesas.

EFE |

O agente, de 53 anos, foi atingido por disparos feitos pelo suspeito que, junto com outras duas pessoas, havia assaltado uma concessionária de automóveis na cidade de Dammarie-les-Lys, que fica próxima a Paris.

O crime aconteceu por volta das 22h horas locais (18h de Brasília), quando policiais receberam um alerta de que o assalto havia acontecido.

"O roubo teve êxito em parte", informou a polícia em relação ao roubo de um veículo. Um dos suspeitos foi detido, e identificado como responsável por atos de violência de rua ("kale borroka", no idioma basco).

O ministro francês do Interior, Brice Hortefeux, foi ao local e prestou condolências à família do agente morto. Segundo a emissora de rádio "France Info", ele também garantiu que as forças de segurança do país não medirão esforços para encontrar e prender o responsável pelo crime, cujo nome não foi revelado. EFE.

jam/id

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG