Tamanho do texto

Um policial francês enganado pela mulher e que se vingou com a castração do amante desta na cidade de Reichshoffen (leste da França) foi acusado de ato de tortura e barbárie gerando uma mutilação, informaram fontes judiciais.

No sábado, o militar de 43 anos, que tem cinco filhos, se dirigiu à residência do amante da esposa, um homem casado de 54 anos.

Depois de surpreender a vítima, o policial arrastou o amante até a garagem onde executou a castração. Em seguida alertou os vizinhos, que chamaram uma ambulância, antes de se entregar aos colegas.

O acusado afirmou ao juiz que queria fazer o rival sofrer, informaram as mesmas fontes.

Leia mais sobre França

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.