Policial finge ser o irmão gêmeo para fazer sexo e é denunciado por tatuagem

Um policial de Connecticut que se fez passar por seu irmão gêmeo para tentar fazer sexo com uma mulher foi descoberto pela ausência de uma tatuagem e destituído da força policial, informou a imprensa local.

AFP |

Segundo o jornal The Advocate, que cita o chefe de policia de Orange, o agente Jared Rohring, de 25 anos, foi denunciado pela mulher que achou que estava tendo ume encontro com Joe Rohring, irmão gêmeo idêntico de Jared e com quem mantinha um relacionamento há vários meses.

No momento em que os dois faziam sexo, a mulher notou a tatuagem de caubói na nádega esquerda de Joe havia sumido.

Depois da denúncia, Jared Rohring se entregou à polícia.

ltl/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG