Policial e Scotland Yard chegam a acordo em caso de racismo

Londres, 25 nov (EFE).- Tarique Ghaffur, policial de origem asiática com um alto cargo na Scotland Yard, chegou a um acordo extrajudicial com a organização, que ele queria processar por racismo, confirmou hoje a Polícia Metropolitana de Londres (Met).

EFE |

Segundo um comunicado divulgado hoje pela Scotland Yard, Ghaffur - que ficaria encarregado da segurança dos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres - decidiu não continuar com seu processo legal contra o comissário-chefe da Scotland Yard, Ian Blair.

Ghaffur considerava que Blair, de quem era comissário adjunto, o tratou de maneira racista e discriminatória.

Além da Scotland Yard, a nota foi divulgada em nome de Ghaffur, Blair e da Autoridade da Polícia Metropolitana (PMA, em inglês).

"A PMA e o comissário desejam reconhecer o importante serviço que Ghaffur prestou na Met e sua importante contribuição às operações policiais nacionais em seus 34 anos de carreira", indica o comunicado.

O texto assinala que Ghaffur deixará a Polícia na quinta-feira, apesar de não dar detalhes sobre o conteúdo do acordo entre as partes.

No entanto, a agência de notícias britânica "PA" destaca que Ghaffur receberá 300 mil libras e aposentadoria correspondente a seus 34 anos de serviço.

Blair deixará o cargo de comissário da Scotland Yard na próxima segunda-feira, após apresentar sua renúncia em outubro depois que o prefeito de Londres, Boris Johnson, retirou seu apoio ao chefe da Polícia alegando que gostaria de uma mudança na força policial. EFE vg/wr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG