Policial de origem asiática processará Scotland Yard por racismo

Londres, 17 jul (EFE).- Tarik Ghaffur, policial de origem asiática com um alto posto na Scotland Yard e encarregado da segurança nos Jogos Olímpicos de 2012 em Londres, processará a organização por racismo, segundo informou hoje a agência britânica PA.

EFE |

Ghaffur, que é ajudante do comissário, Ian Blair, acusará a instituição perante um tribunal trabalhista de discriminação racial, ao considerar que se negaram a promovê-lo e o afastaram de reuniões importantes.

Segundo a "PA", a Scotland Yard, como é conhecida a Polícia Metropolitana de Londres (MET), já recebeu notificação da ação legal de Ghaffur, que decidiu ir a julgamento por não chegar a um acordo com a instituição em processo de mediação.

O comissário e o presidente da Autoridade para a Polícia Metropolitana - associação de policiais-, Len Duvall, negaram em repetidas ocasiões qualquer comportamento irregular.

Um porta-voz da MET disse à "PA" que a organização está disposta a voltar à mesa de negociações para resolver o assunto com Ghaffur, que conta com o apoio da Associação Metropolitana de Policiais Negros.

A notícia de que o comissário adjunto se dispõe a processar seu chefe ocorre pouco após outro veterano policial de origem asiática, Shabir Hussain, acusar Blair de favorecer agentes brancos em detrimento de negros e asiáticos. EFE jm/bm/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG