Policiais se rebelam e fazem oito oficiais reféns no Nepal

Katmandu, 13 jul (EFE).- Cerca de 200 policiais em greve mantêm como reféns pelo segundo dia oito altos oficiais no oeste do Nepal, para onde foram deslocados reforços que cercaram os quartéis, informou hoje uma fonte policial.

EFE |

As cercanias dos quartéis, na cidade de Nepalganj (sudoeste), foram isoladas e a Polícia se desdobrou na região, segundo o porta-voz policial Sushil Bar Singh Thapa.

No sábado, os agentes tomaram como reféns oito oficiais na cidade, situada cerca de 400 quilômetros ao sudoeste de Katmandu, em reivindicação por melhores tratamento e alimentação.

"Não recebemos nenhum comunicado oficial dos responsáveis, mas ontem leram publicamente 31 exigências utilizando um alto-falante", disse hoje o porta-voz do Ministério do Interior, Mod Raj Dotel.

Essas exigências incluem uma melhora da qualidade da alimentação e um melhor tratamento por parte dos superiores.

Esta é a terceira vez que os agentes tomam o controle dos quartéis no oeste do Nepal nos últimos meses.

"Houve um contato indireto com os manifestantes para dialogar, mas ainda não recebemos resposta", disse Thapa.

Vários funcionários asseguraram que o Governo quer realizar ações disciplinares contra os responsáveis dos protestos, mas os policiais rebeldes ameaçaram com represálias.

Segundo várias fontes, vários agentes se encontram posicionados com pistolas nos telhados dos quartéis. EFE ms/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG