Policiais morrem após tentar desarmar bomba na Tailândia

Um vendedor desconfiou de uma moto e chamou a polícia, mas o artefato explodiu antes que conseguissem desarmá-lo

EFE |

A explosão de uma bomba provocou a morte de dois agentes da Polícia tailandesa que tentavam desarmá-la e deixou nove pessoas feridas em um mercado em Narathiwat, no sul da Tailândia.

Um vendedor de verduras alertou a Polícia sobre uma motocicleta estacionada por dois jovens que considerou suspeita. Após isolar a área, a bomba foi ativada por telefone celular e explodiu quando os agentes se preparavam para realizar o trabalho. Um dos policiais morreu na hora e o outro no hospital em consequência dos ferimentos. Policiais e voluntários estão entre os nove feridos.

Os ataques com armas leves, assassinatos e atentados com explosivos acontecem quase que diariamente em Pattani, Narathiwat e Yala, apesar do aumento do efetivo em 31 mil agentes das forças de segurança.

Cerca de 4 mil pessoas morreram por causa da violência no sul da Tailândia desde que, em 2004, o movimento separatista islâmico retomou a luta armada. Os insurgentes denunciam a discriminação que sofrem por parte da maioria budista do país e exigem a criação de um Estado islâmico que integre estas três províncias, que configuraram o antigo sultanato de Pattani, anexado pela Tailândia há um século. 

    Leia tudo sobre: tailândiabombapoliciais morrem

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG