Policiais egípcios capturados por beduínos são libertados no Sinai

Um grupo de 25 policiais egípcios que foi atacado e seqüestrado por beduínos nesta terça-feira foram libertados logo depois de capturados na península do Sinai, informou uma fonte dos serviços de segurança.

AFP |

Um caminhão da polícia se dirigia ao ponto de pasagem de Al Oja (Nitzana em hebreu), entre Egito e Israel, quando foi interceptado por três veículos a bordo dos quais estavam os beduínos armados.

Eles detiveram os policiais e os levaram para um lugar desconhecido, mas o libertaram logo em seguida.

A ação foi um protesto contra a morte de um nômade nas mãos da polícia na segunda-feira.

Segundo a agência oficial Mena, o morto era um traficante de drogas.

Centenas de beduínos também se manifesteram nesta terça-feira na península do Sinai, disparando contra o ar e queimando pneus como protesto contra a atuação da polícia.

str-iba/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG