São Paulo, 15 jan (EFE).- Agentes da Polícia Militar de São José do Rio Preto, cidade do interior do estado de São Paulo, estão aprendendo a Língua Brasileira de Sinais (Libras) para melhorar sua comunicação com pessoas surdas, informaram hoje fontes oficiais.

São 31 os policiais que participam do primeiro curso organizado pela Secretaria Municipal dos Direitos e Políticias para Mulheres, Pessoa com Deficiências, Raça e Etnia dessa localidade, situada cerca de 450 quilômetros ao noroeste de São Paulo.

O capitão Nedson Nobre, porta-voz da Polícia Militar na região, explicou que a instituição procura contar com um grupo de agentes capacitados para que "sejam ativados quanto um cidadão com deficiência auditiva precisar".

Conforme a secretária da Mulher, Regina Chueire, se mostrou satisfeita com a atitude da instituição e adiantou que buscará que a iniciativa seja estendida para outros órgãos.

"É gratificante ver a conscientização dos policiais militares, sabemos que vai resultar em uma atenção melhor e mais eficiente para os deficientes auditivos", comentou Chuerie. EFE az/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.