Polícia voltará a interrogar Olmert por suspeita de corrupção

Jerusalém, 20 mai (EFE).- A Polícia interrogará novamente na próxima sexta-feira o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, sob a suspeita de envolvimento em um caso de corrupção, informou hoje a rádio pública israelense.

EFE |

O interrogatório, que começará às 10h (5h de Brasília) na residência oficial de Olmert em Jerusalém, acontecerá duas semanas depois de o chefe do Governo israelense ter sido ouvido pelo Departamento de Fraude da Polícia.

Olmert é suspeito de ter recebido centenas de milhares de dólares em suborno do empresário americano Morris Talansky no final dos anos 90.

O caso pode prejudicar a carreira política do premiê israelense e até mesmo o processo de paz com os palestinos.

Embora tenha reconhecido publicamente que aceitou dinheiro do empresário americano, Olmert assegurou que o valor foi usado para financiar sua carreira política e que não favoreceu Talansky em nenhum dos cargos públicos que ocupou.

A emissora israelense disse que ainda é prematuro para saber se Olmert será acusado de corrupção em relação às últimas investigações.

O chefe do Executivo prometeu recentemente que se for formalmente acusado apresentará sua renuncia. EFE db/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG