Polícia volta a examinar morte de guitarrista dos Rolling Stones

A morte do ex-guitarrista dos Rolling Stones Brian Jones será reexaminada, informou a polícia britânica. Policiais do condado de Sussex, na Inglaterra, receberam novas informações em conexão com a morte do músico, há quatro décadas.

BBC Brasil |

Reprodução

O guitarrista Brian Jones

Jones, que tinha 27 anos, foi encontrado morto boiando na piscina de casa de campo em Cotchford, no condado de East Sussex., no dia 3 de julho de 1969.

Um inquérito feito no período concluiu que a morte foi resultado de um acidente, mas desde então tem havido especulações de que ele teria sido morto.

Um porta-voz da polícia de Sussex disse que os policiais receberam documentos relacionados à morte de Jones, levando o caso a ser re-examinado.

O porta-voz acrescentou, no entanto, que ainda é cedo para que seja aberta uma nova investigação.

"Esses documentos vão ser examinados pela polícia de Sussex, mas é cedo para dizer, nesse momento, qual vai ser o resultado".

Jones foi um dos fundadores dos Rolling Stones.

Leia mais sobre: Rolling Stones

    Leia tudo sobre: rolling stones

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG