Polícia salva bebê de forno onde foi colocado pelo pai

Washington, 17 mar (EFE).- A Polícia de Kentucky confirmou hoje que um bebê de cinco semanas colocado no forno por seu pai, bêbado e sob efeitos de maconha, se encontra bem e foi retirado de seus pais e entregue aos cuidados de outros parentes.

EFE |

O pai da criança, Larry Long, colocou o bebê no forno, deixou a porta entreaberta e não o acendeu, confirmaram as autoridades.

O fato foi divulgado hoje, mas ocorreu domingo à noite. Long, de 33 anos, cozinheiro em um restaurante do condado de McCraken, voltou para casa com uma garrafa de uísque para compartilhá-la com a mãe da criança, Brandy Hatton.

Segundo um comunicado do xerife do condado, um homem, Jon Hayden, tinha fumado maconha antes de chegar à casa.

A mãe do bebê, após quatro ou cinco taças, foi para cama enquanto Long terminava a garrafa.

Por volta das 5h30 da manhã (6h30 de Brasília), a mãe percebeu que a criança chorava e viu que o choro vinha do forno, de onde o retirou. As autoridades asseguram que o bebê estava ali havia várias horas.

A Polícia chegou ao local avisada por uma dependência psiquiátrica à qual se tinha dado parte. A criança foi levada a um hospital, onde se comprovou que se encontrava bem de saúde e, então, foi entregue a outros parentes para que cuidem dele, pelo menos temporariamente.

A Polícia deteve Long e lhe impôs uma fiança de US$ 10 mil. Ele assegura que atuou sob os efeitos de maconha, que provavelmente continha algum alucinógeno adicional. EFE mla/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG